sexta-feira, 19 de março de 2010

W I K I

Wikis são páginas de internet com conteúdo dinâmico facilmente editáveis por um grupo de pessoas. São textos colaborativos onde não pertencem a uma só pessoa e sim a coletividade que a produziu.
São textos interessantes, que a partir deles é possivel fazer uma boa coleta de dados. Pois a idéia é a continuidade e a melhora do texto que é articulado sempre que houver progressão no conteúdo. Deixando-o sempre e forma colaborativa e evolutiva. Creio que deva ser usado por nosso alunos de forma moderada e dinamica.

Simples comentário Tecnológico

Ao que chamamos hoje de multimidia são as várias formas ou expressões de fundos comunicacionais tecnológicos. Nas últimas décadas houve uma difusão dos computadores, tornando-os cada vez mais potentes, o mundo virtual, as redes de comunicação, que formaram um novo mundo o 'ciberespaço', onde milhares de individuos conectam em seus endereços vituais e "graças as redes digitais, as pessoas trocam todo tipo de mensagens... conferências eletronicas... constroem juntos mundos virtuais puramente lúdico..., mas dedicam-se também ao ódio e a enganação", tornando-se um mundo (quase) real.
Todo processo de informatização ainda esta em construção, na qual somos participantes ativos, desde que avaliemos a importância e a nessecidade da estruturação desse mundo, pois mesmo não fazendo nada o mundo gira e a transformação existe e é continua.
A estruturação desse 'mundo' esta sendo construido num espaço sem fronteiras, com puro dinamismo, um 'Big Brother' (1984, George Orwell) ao avesso: nós de olho no desenvolvimento e nas regras que "progressivamente inventariamos as técnicas, os sistemas de signos, as formas de organização social..., intelectuais e espirituais..., negociar em tempo real e em todas as escalas as soluções práticas aos complexos problemas que estão diante de nós".
"As línguas são feitas para a comunicação no interior de pequenas comunidades", mas a cultura, rica de saberes, é especifica. A cibercultura seria uma fusão, um relacionamento com a contribuição de todos, numa enorme dimensão, onde é sensato dizer que "ninguem sabe tudo, todos sabem alguma coisa, todo o saber está na humanidade", a troca de informações, a inteligência coletiva só assumiria seu papel se todos nós interagissemos para fundir, valorizar a nossa história (coletiva) e a valorização do processo e potencial progressivo da humanidade.
Texto baseado do prólogo do livro "Inteligência coletiva" de Pierre Lévy

quarta-feira, 17 de março de 2010

Tecnologia e Arte musical II

Com a música "Pela Internet" do nosso querido Gilberto Gil ele 'faz uma jangada/Um barco que veleje...', percebe-se que ao lançar essa jangada, Gil remete-nos ao mar - a rede - de infinitas informações. Viaja da Bahia de Todos os Santos ao redor do mundo, em tempos verbais, 'Que aproveite a vazante.../Promover um debate/Juntar via Inernet/Um grupo....' Ele, Gil, faz com que nossas mentes viaje com ele, mostrando que é possível a inclusão de uma pessoa num conjunto - a rede. Com suas músicas ele tem o poder de abrir uma janela, um portal e fazer com que possamos sentir com todos nossos sentidos o que ele naquele momento nos mostra com ritmo, encanto, beleza e sabedoria.Gil é gênio!

A Tecnologia e Arte Musical

Ao ler atentamente as duas musicas, observei que "Tecnologic" da dupla francesa Daft Punk, dá-me a impressão de algo rápido e preciso. No inicio da letra da música, a palavra "compre" - com o mesmo sentido de adquira / agora -, brinca com, e, por diversas palavras ao mesmo tempo, apenas separadas por virgulas e termina com a palavra "formatar" - preparar para receber dados. O tempo todo a dupla faz um joguete com o vocabulário, dando um sentido contemporaneo ao homem: da ao ser e as palavras, certa velocidade, só conseguida através da tecnologia e um ponto final no fim da música.

terça-feira, 16 de março de 2010

Comunicação e Arte - Teatro

"A sociedade, como um todo, expressa-se pela arte e constitui um dos campos básicos para o estudo da comunicação. Por intermédio da literatura e do teatro, das artes pláticas e da música, pode-se captar a visão de mundo de uma sociedade em determinado momento histórico."
Virgilio Noya Pinto. Comunicação e culura brasileira, p.6 (com adaptações)